Português Italian English Spanish

Promotora instaura investigação para apurar condições da penitenciária Major Zuzi

Promotora instaura investigação para apurar condições da penitenciária Major Zuzi

Data de Publicação: 10 de janeiro de 2020

Assessoria via Olhar Jurídico


Foto: Interativa

A promotora de Justiça Alice Cristina de Arruda e Silva Alves, membro do Ministério Público de Mato Grosso (MPE), instaurou inquérito para investigar as condições da Penitenciária Major PM Zuzi Alves da Silva, na cidade de Água Boa.

Conforme informações da portaria de instauração, inquérito tem como base ofício noticiando a falta de condições básicas de higiene e medicamentos. Constam ainda cartas manuscritas pelos detentos informando falta de atendimento médico e condições sanitárias inadequadas.
 
Durante oitiva, um detento  afirmou ainda que não há separação entre presos diagnosticados com doenças contagiosas. Ciente dos fatos, Alice Cristina de Arruda e Silva Alves determinou abertura de inquérito civil no dia 19 de dezembro.
 
A promotora de Justiça determinou que a Secretaria de Justiça do Estado de Mato Grosso explique a situação da unidade penitenciária no prazo de 20 dias. A Penitenciária Major PM Zuzi Alves da Silva possui cinco raios com nome de cores (azul, amarelo, vermelho, verde e laranja) e capacidade para 360 vagas.

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário