Português Italian English Spanish

Servidora do Lacen testa positivo para Covid-19; equipe é investigada

Servidora do Lacen testa positivo para Covid-19; equipe é investigada

Data de Publicação: 6 de maio de 2020 11:37:00
Secretário de Saúde afirma que não é possível saber onde a servidora foi contaminada

Repórter MT

Assessoria/Arquivo

Origem da contaminação no Adauto Botelho também não foi confirmada

Uma servidora do Laboratório Central do Estado (Lacen) teve o resultado positivo para a Covid-19 e está em isolamento domiciliar. Secretário de Estado de Saúde enfatizou que não é possível saber onde ela teve contato com o novo coronavírus. “Assim como aconteceu na unidade do Adauto Botelho, não sabemos se começou com o paciente que passou para o enfermeiro ou o enfermeiro que passou para o paciente”, destaca Figueiredo se referindo à unidade Caps do Adauto Botelho onde 13 enfermeiros foram contaminados, além de quatro pacientes. O primeiro enfermeiro da unidade a testar positivo, Athaíde Celestino, 63 anos, morreu no último sábado após ficar mais de um mês em uma Unidade de Terapia Intensiva.

“Todos os profissionais não vivem 24 horas no laboratório. Muitos pegam ônibus, Uber, vão ao supermercado. As normas dentro do Lacen são muito rígidas, mas quando um servidor sai do nosso ambiente de trabalho, está vulnerável como qualquer cidadão”, enfatizou o secretário ao ser questionado se a contaminação poderia ter ocorrido dentro do Lacen.

Figueiredo ainda enfatizou que toda a equipe está sendo investigada, como ocorre em todos os locais onde um servidor testa positivo.

Desde o final de março, foi reconhecido que em Cuiabá a transmissão do novo coronavírus já era comunitária, ou seja, quando não se pode determinar a origem do contágio.

Hotel Fazenda Mato Grosso

Alugado para abrigar servidores da saúde contaminados pela Covid-19, o hotel ainda não recebeu nenhum hóspede. A estadia foi oferecida pela primeira vez à servidora do Lacen, mas ela preferiu o isolamento domiciliar.

Diante da falta de demanda para o hotel, o secretário Gilberto Figueiredo informou que o Estado não vai prorrogar o contrato. Caso algum servidor necessite de um lugar para cumprir o isolamento social, em caso de teste positivo, serão disponibilizados leitos nas unidades hospitalares.

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário