Português Italian English Spanish

Mais de 200 casos de coronavírus são confirmados em indígenas xavantes

Mais de 200 casos de coronavírus são confirmados em indígenas xavantes

Data de Publicação: 11 de julho de 2020 13:20:00

Vitória Lopes  / Gazeta Digital

Reprodução

 

Dados do Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei) na última quinta-feira (9), demonstram que a etnia Xavante tem 209 índios contaminados pelo novo coronavírus, além de 23 mortos em decorrência do novo coronavírus. Cerca de 9 mortes estão sendo investigadas.

Na última segunda-feira (5), o cacique xavante Domingos Mahoro, de 60 anos, diagnosticado com covid-19 há 11 dias, não resistiu e faleceu. Após aguardar 3 dias por um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), ele foi transferido para o Hospital Estadual Santa Casa, em Cuiabá.

Domingos era uma figura importante no meio indígena, com histórico de luta e voz pelos direitos indígenas em Mato Grosso. Ele foi coordenador da Saúde Indígena e esteve à frente da Cooperativa Indígena.

Segundo o Dsei Xavante, os primeiros casos de covid-19 entre os xavantes começaram a aparecer no dia 21 de maio. O primeiro óbito entre eles aconteceu quase um mês de pois, no dia 19 de junho.

Um bebê de apenas oito meses, que vivia com a família na aldeia Marawãitsédé, no município de Alto Boa Vista, foi internado em 10 de maio com problemas respiratórios graves e suspeita de infecção pelo novo coronavírus.

Intubado, o quadro de saúde agravou e a criança não resistiu.

A população dos indígenas xavantes chega a 22,3 mil índios, conforme levantamento do Sistema de Informação da Atenção à Saúde Indígena. Além disso, para atender os indígenas xavantes, existem apenas 28 Unidades Básicas de Saúde Indígena (UBSIs).

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário