Português Italian English Spanish

Irmãs são rendidas, levadas para matagal, lutam com estuprador e só uma escapa

Irmãs são rendidas, levadas para matagal, lutam com estuprador e só uma escapa

Data de Publicação: 3 de setembro de 2020 10:45:00
Crime ocorreu na noite desta quarta-feira (02), na região de Porto Cercado, quando as vítimas retornavam para casa após um dia de trabalho

Repórter MT

RepórterMT

Uma das irmãs fugiu e pediu socorro, mas quando retornou ao local

com os PMs, estuprador já tinha fugido

Irmãs são rendidas por estuprador quando voltavam para casa. Uma das vítimas conseguiu escapar e procurou ajuda, mas, enquanto isso, a outra foi violentada sexualmente no meio de um matagal. O caso foi registrado na noite desta quarta-feira (02), por volta das 20h, na zona rural de Poconé, na região de Porto Cercado.

De acordo com o relato das vítimas à Polícia Militar, elas voltavam para casa, após o dia de trabalho. Estavam de moto e quando se aproximavam da entrada do sítio onde moram, foram rendidas por um homem armado com uma faca e que usava uma máscara.

O bandido obrigou as vítimas a seguirem até um matagal. As irmãs reagiram e entraram em lutar corporal com o estuprador, mas apenas uma delas conseguiu escapar.

A vítima que fugiu foi direto à Polícia Militar pedir socorro para a irmã. Imediatamente, uma viatura foi para o local.

Os policiais iniciaram as buscas na região de mata e logo se depararam com objetos das vítimas, peças de roupa, sapatos, celular e a motocicleta, mas não encontraram a segunda vítima.

Em buscas na mata, a mulher foi encontrada descalça, de calça e sutiã. A irmã que não conseguiu fugir relatou que foi violentada sexualmente e logo em seguida o estuprador fugiu. Disse que correu mata adentro e observou que no local para onde o bandido a levou havia uma bicicleta “tipo monark”.

As vítimas foram encaminhadas para o hospital e ficaram em observação. O médico constatou que uma das vítimas sofreu violência sexual, apresentava várias escoriações pelo corpo – no pescoço, braço, cotovelos, ombros. Também foi relatado que havia esperma no corpo da vítima. O material foi colhido e pode ajudar na identificação do estuprador.

Devido ao estado de choque das vítimas não foi possível obter características do estuprado

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário