Português Italian English Spanish

Índio de 9 anos picado por cascavel em aldeia continua internado sem previsão de alta em MT

Índio de 9 anos picado por cascavel em aldeia continua internado sem previsão de alta em MT

Data de Publicação: 18 de setembro de 2020 16:34:00
Lewy Nieiezonoizokae teve paralisia nos músculos do rosto e foi transferido de Tangará da Serra para Cuiabá.

Por Kessillen Lopes e Guilherme Barbosa, G1 MT e TV Centro América

O líder indígena Geovani Kezokenaece contou que o menino está em observação na enfermaria do hospital.

 

“Não dá para dizer se melhorou. Está sob os cuidados médicos em Cuiabá, mas não dá para dizer qual será a evolução dele”, ressaltou.

 

Lewy foi picado na perna direita quando andava pela aldeia. A cobra foi morta pelos índios da região, em seguida.

A criança foi encaminhada para o hospital de Tangará da Serra, onde foram aplicadas 10 ampolas de soro. Devido ao quadro de saúde e a possível necessidade de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), o menino foi transferido para Cuiabá, na madrugada dessa quinta-feira (17).

O médico coordenador do Centro Antiveneno de Mato Grosso (Ciave), José Antônio de Figueiredo, explicou ao G1 que o efeito do veneno da cascavel é neurotóxico e pode causar manifestações renais.

Segundo José Antônio, apesar de mais raro, o veneno da cascavel pode ser fatal.

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário