Português Italian English Spanish

Mãe grava vídeo esfregando rosto de bebê em fezes em Ribeirão Cascalheira

Mãe grava vídeo esfregando rosto de bebê em fezes em Ribeirão Cascalheira

Data de Publicação: 16 de outubro de 2020 09:33:00
Mulher foi presa na manhã desta quinta-feira (15); pai da criança, que mora nos Estados Unidos, foi quem fez a denúncia

Fernanda Renaté / FolhaMax

Reprodução

 

Jéssica Driely Rezende, mãe de uma criança de 1 ano e 9 meses, foi presa na manhã desta quinta-feira (15) em sua residência, no Jardim Tangará, em Ribeirão Cascalheira (a 548 Km de Cuiabá), após o ConselhoTutelar receber um vídeo onde a mulher aparece agredindo a criança com uma vara e depois esfregando uma fralda suja de fezes em seu rosto. O pai da criança, que mora nos Estados Unidos, foi quem fez a denúncia.

Segundo ele, a mulher gravava as agressões para atingi-lo. A prima de Jéssica, responsável pela gravação dos vídeos, relatou aos policiais que episódios como esses eram constantes.

Uma tia da criança contou aos policiais que já havia pedido para a acusada entregar a guarda da menor para o pai uma vez que a mulher não teria condições psicológicas para criá-la. Aos policiais a mãe confessou o crime e disse que “estava apenas educando”.

A mulher foi presa em flagrante e a criança foi encaminhada a um abrigo para menores até ficar decidido quem ficará responsável pela guarda da menor. Em entrevista exclusiva ao Folhamax, o delegado Deuel Paixão de Santana explicou quais serão as providências.

"A genitora foi autuada em flagrante pelos mãos tratos e lesão corporal grave. Vou enquadrar a agressora no crime de tortura, submeter alguém, sob sua guarda, poder ou autoridade, com emprego de violência ou grave ameaça, a intenso sofrimento físico ou mental, como forma de aplicar castigo pessoal ou medida de caráter preventivo e a pena pode, de dois a oito anos de reclusão, onde aumenta-se a pena de um sexto até um terço, pois o crime é cometido contra criança".