Português Italian English Spanish

Após 40 anos, homem é localizado pela Polícia Civil e retoma contato com familiares

Após 40 anos, homem é localizado pela Polícia Civil e retoma contato com familiares

Data de Publicação: 16 de outubro de 2020 09:54:00
Reinaldo Corrêa Gomes saiu do Paraná na década de 80 e veio para MT; ele foi localizado em uma chácara no Distrito da Guia

Raquel Teixeira | Polícia Civil-MT

$imgCred

 

Há mais de quarenta anos, o então jovem Reinaldo Correa Gomes, hoje com 64 anos, veio para Mato Grosso e desde então, seus familiares que ficaram no estado do Paraná perderam contato com ele. Parentes buscaram o auxílio da Polícia Civil em Mato Grosso e registraram uma ocorrência no Núcleo de Pessoas Desaparecidas (NPD) da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá para localizá-lo. 

A partir de técnicas de pesquisa e de informações do banco de dados do NPD, os investigadores conseguiram localizar o senhor Reinaldo em uma chácara, na região do distrito de Nossa Senhora da Guia, município de Cuiabá. A equipe do NPD fez contato com o proprietário do local, que informou que Reinaldo trabalha na chácara há quase 20 anos.

Nesta quarta-feira (14.10), a equipe de investigação foi até o local e conversou com Reinaldo, que confirmou que saiu do Paraná na década de 80 e desde a época perdeu contato com a família que ficou no Sul do país.

Os investigadores fizeram uma chamada de vídeo e Reinaldo conversou com a irmã no Paraná. Bastante emocionado, ele pediu que a irmã venha até Mato Grosso para que possam se rever.

A escrivã-chefe do NPD, Jannaína Paula Brito de Souza Silva, afirma que é gratificante para a equipe do núcleo colaborar com a localização de pessoas desaparecidas ou que perderam o contato com familiares.

A investigação para a localização de Reinaldo Gomes foi realizada pelos policiais civis Rafael Mello e Benildes Campos.

Núcleo de Pessoas Desaparecidas

Em 2019, o Núcleo de Pessoas Desaparecidas da DHPP de Cuiabá teve um percentual de 93% de esclarecimento nas ocorrências registradas no setor. Foram 876 casos de desaparecimentos registrados na unidade, sendo localizadas 816 pessoas. A maior parte dos casos foi registrada em Cuiabá e Várzea Grande.

A Polícia Civil de Mato Grosso criou neste ano um banco de dados, em uma página na internet, para divulgar informações e auxiliar na localização sobre pessoas desaparecidas no estado. A página https://desaparecidos.pjc.mt.gov.br reúne informações conforme as ocorrências registradas nas Delegacias da Polícia Civil no estado.

A nova ferramenta dá mais visibilidade e auxilia a população a colaborar para localização de pessoas que estão desaparecidas em diferentes cidades de Mato Grosso e também em outros estados.