Português Italian English Spanish

Ministro garante obras emergenciais em rodovias no Araguaia

Ministro garante obras emergenciais em rodovias no Araguaia

 

Reprodução                                                                                                                                             

 

Cenário MT 

Os deputados federais José Medeiros (Pode), Neri Geller (PP) e Nelson Barbudo (PSL), junto de membros da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso – Famato, lideranças políticas da região Norte do Araguaia, estiveram reunidos, nesta terça-feira (6), com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, em Brasília. Medeiros solicitou intervenções emergenciais nas BR’s 158, 242, 174 e 080, em Mato Grosso, que se encontram praticamente intransitáveis, em vários pontos pelo estado. O ministro uma intervenção, em breve, sobretudo na BR 158.

Medeiros, que é vice-líder do atual Governo na Câmara Federal, explicou que praticamente todos os entraves de obras estruturantes no estado são de ordem burocrática, seja envolvendo licenças ambientais junto ao IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e outros órgãos do setor, bem como intervenções da Fundação Nacional do Índio – Funai.

Segundo Medeiros, um exemplo do congelamento das obras em virtude de imbróglios por áreas indígenas é exatamente na BR 158.

“São 120 quilômetros que há muito tempo deviam estar totalmente pavimentados, desde Ribeirão Cascalheira até Canabrava do Norte, passando por Alô Brasil. Ocorre que antropólogos, ainda nos governos anteriores, conseguiram interferir e mudar o traçado do projeto original criando um contorno e posteriormente até um contorno do contorno, numa pseudoproteção ao Povo Xavante, praticamente inviabilizando a execução pelo custo agregado. Dialogamos com a atual presidência e ficou definido que se retornaria ao primeiro projeto. Isso já foi uma conquista. Agora precisamos da obra. A rodovia já está lá, trata-se unicamente de melhorar suas condições. O ministro já deu ordem de serviço para pontes que fazem parte do traçado”, comentou o deputado do Podemos.

Medeiros informa que o ministro está disposto a retomar a obra o mais breve possível e até pediu celeridade na aprovação do projeto da nova lei geral de licenciamento ambiental, que está sendo discutida na Câmara Federal.

“Essa questão legislativa é fundamental porque colocará novas regras neste setor. O texto prevê, por exemplo, isenção de licença para atividades agropecuárias e também para melhorias e ampliações em obras de infraestrutura. Nós precisamos fazer este enfrentamento, não podemos admitir que burocratas e, por vezes, ideológicos do ar-condicionado sigam impedindo a vida das pessoas de evoluir. O Brasil precisa recolher estas âncoras”, ressaltou.

Quanto aos serviços emergenciais nas outras rodovias, que também aguardam trâmites administrativos para avançar, o parlamentar pediu a importância de ações paliativas urgentes. “Estamos falando de regiões produtoras que ligam cidades muito importantes para a economia de Mato Grosso como é o caso da 174, por exemplo. Não se trata apenas de uma preocupação estadual, o Brasil está perdendo, bem como a população que sofre no deslocamento e se isola. O desenvolvimento econômico e social ficam comprometidos e precisamos garantir, pelo menos, o mínimo, neste momento”, alertou.