Português Italian English Spanish

Polícia Civil de MT prende suspeito com mais de 70 arquivos pornográficos em operação nacional

Polícia Civil de MT prende suspeito com mais de 70 arquivos pornográficos em operação nacional

Data de Publicação: 4 de setembro de 2019

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Civil de Mato Grosso prendeu um homem de 49 anos com mais de 70 arquivos pornográficos com imagens de crianças e adolescentes. A prisão integra a quinta fase da operação “Luz na Infância”, deflagrada nesta quarta-feira (04.09), pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, para cumprimento de 105 mandados de busca e apreensão no Brasil e mais seis países (Estados Unidos, Panamá, Paraguai, Chile, El Salvador, Equador).

A ação objetiva identificar crimes relacionados ao abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet.

O coordenador do Laboratório de Inteligência Cibernética da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), Alessandro Barreto, falou diretamente a Polícia Civil de Mato Grosso, agradecendo pela participação em todas as fases da operação, destacando que hoje a Polícia Civil tem  um representante  no Laboratório, que tem ajudado com as operações e interlocuções junto ao Estado de Mato Grosso.

“Os números são expressivos. Nessa última fase tivemos a participação de sete  países, incluindo o Brasil, e já alcançamos mais de 30 prisões em flagrante. E vamos continuar com esse trabalho para identificação de predadores sexuais e tornar o ambiente mais seguro para nossas crianças e adolescentes”, afirmou.

Em Mato Grosso, a prisão foi realizada pelos policiais civis da Gerência de Combate a Crimes de Alta Tecnológica (Gecat) e Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica), em um apartamento no bairro Jardim Aclimação, em Cuiabá.

O suspeito foi autuado no artigo 241 b do ECA (adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente).

A operação de combate a pedofilia na internet é uma ação coordenada pelo MJSP, por meio da Secretaria de Operações Integradas e o Laboratório de Inteligência Cibernetica, com as Polícias Civis de 14 estados da federação.

O Ministério da Justiça informou que já são mais de 30 prisões em flagrante realizadas por um efetivo de 656, entre policiais civis e agentes federais. A operação conta com a participação das Polícias Civis do Amazonas, Amapá, Alagoas, Ceará, Distrito Federal, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Piauí, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte juntamente com a Polícia Federal.

O delegado geral da Polícia Civil de Mato Grosso, Mário de Resende, também destacou a importância da ação e disse que a Polícia Civil se mantém, por meio da Diretoria da Inteligência, Gecat e demais unidades policiais, vigilante quanto aos crimes sexuais praticando contra crianças e adolescente, tomando todas as medidas investigativas para identificação e responsabilização dos autores.

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário